3ª edição do concurso de desenhos da SNCT – 2019 – INSCRIÇÕES ABERTAS

Estão abertas as inscrições para o III Concurso de Desenhos da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2019 (SNCT 2019), uma parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações com o Museu Itinerante Ponto UFMG e que tem por objetivo selecionar e premiar o desenho que será utilizado para a criação da identidade visual da SNCT 2019, como forma de estímulo à criatividade, à divulgação e à popularização da ciência no Brasil. Poderão participar alunos do Ensino Fundamental II e Médio das escolas públicas e particulares. As inscrições estão abertas até 06/05/2019. Para maiores informações, acesse o site http://snct.museu.cp.ufmg.br e confira o edital.


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras 2019 – Orientações para aplicação da prova

ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DA PROVA

Data da prova: 05 de abril de 2019 – 6ª. feira

Horário: a escolha da escola

Duração máxima da prova: 90 min 

I – PROVAS

Há duas provas:

I – Prova Nível Básico – para os estudantes do 4o. ao 6o. ano do Ensino Fundamental com 8 questões para todos os anos (há uma questão extra!)

II – Prova Nível Júnior e Sênior – prova com 13 questões que deverão ser respondidas da seguinte maneira:

 ·        7o e 8o. ano do EF: questões 1 a 9

·        9o. ano do EF: questões 1 a 10

·        1ª série do Ensino Médio: questões 1 a 11

·        2ª. série EM: questões 1 a 12

·        3ª. série EM: questões de 1 a 13

 A questão número 1 de ambas as provas é a questão em Língua Estrangeira. Cada classe poderá escolher um dos idiomas indicados para responder a questão.

A resolução deverá ser apresentada no idioma escolhido.

As questões devem ser respondidas apenas no seu espaço correspondente no Caderno de Respostas.

O caderno de questões não deverá ser enviado e não será considerado na avaliação das soluções.

 II – MATERIAIS NECESSÁRIOS E PERMITIDOS DURANTE A PROVA

Durante a prova será permitida somente a consulta a cadernos, livros, dicionários e apontamentos e o uso dos seguintes materiais:

1.     lápis ou lapiseira

2.     borracha

3.     caneta azul ou preta (para apresentação das resoluções e respostas)

4.     apontador

5.     régua e esquadro

6.     compasso

7.     tesoura

8.     fita adesiva

9.     calculadora não-programável

10.  cola branca

11. material para pintura

12. canetas coloridas diversas (para ilustrações ou desenhos)

14 papel milimetrado ou quadriculado

É terminantemente proibido qualquer auxílio do professor ou de qualquer outra pessoa além dos próprios estudantes da classe, assim como não é permitido o acesso à internet e o uso de celulares ou qualquer instrumento eletrônico de comunicação durante a prova.

O professor poderá distribuir quantas cópias do caderno de questões e de respostas julgar necessário, entretanto cada classe deverá entregar ao final da prova apenas um caderno de respostas com uma única resolução da prova.  Ao final da prova, o professor deverá recolher todos os cadernos de questões e de respostas, utilizados ou não

III – GABARITOS

O GABARITO OFICIAL será enviado até 20h do dia 06 de abril – sábado – para o e-mail de contato  para que a banca escolar providencie a avaliação e seleção da melhor prova de cada ANO ou SÉRIE, a qual deverá ser enviada para a correção pela banca nacional. Nenhuma prova deverá ser CORRIGIDA ou receber qualquer anotação!

IV – ENVIO DAS MELHORES PROVAS

Caderno de Respostas melhor avaliado de cada ANO, SÉRIE OU EQUIPE devidamente identificado, grampeado e identificado, juntamente com a lista de presença com os nomes de todos os alunos que participaram da respectiva prova (apenas das classes selecionadas) com suas respectivas assinaturas assinada pelo prof. responsável pela aplicação na sala (informar RG e CPF).

A escolha da melhor prova deve ser feita pela escola. Caso a mesma envie mais provas de uma mesma série, a banca de correção fará a escolha aleatoriamente.

 IMPORTANTE

1 – orientamos que façam uma cópia das listas de presença enviadas para controle da escola

2 – verificar se todos os campos da folha de rosto do caderno de questões estão devidamente preenchidos

As escolas deverão enviar impreterivelmente por SEDEX até o dia 10 de abril de 2019 –  para o endereço:

Rede POC – A/C Bárbara Lavecchia – Coordenação MSF Brasil

Caixa Postal 3507

AV. Piraporinha, 1987 – CEP 09950-971 – Diadema – SP

V – SIGILO

Conforme o item 6.6 do Regulamento da Olimpíada, tanto o gabarito como a prova oficial deverão ser mantidos em sigilo até30 de maio de 2019. Recomendamos que recolham todos os cadernos de questões e respostas não utilizados ou enviados e guardem até a data indicada.

VII – RESULTADOS

Conforme o item 8.1 do Regulamento da Olimpíada, informações sobre os resultados serão divulgados no site da MSF – www.matematicasemfronteiras.org – e no site da Rede POC – www.redepoc.com – até 20 de maio de 2019.

VIII – CERTIFICADOS E PREMIAÇÃO

Conforme o item 8.2 do Regulamento da Olimpíada, as escolas com classes premiadas (medalhas de ouro, prata, bronze e menção honrosa) receberão certificados de premiação em formato digital para estudantes e professores os quais serão enviados para o e-mail de contato.

IX – MEDALHAS

Conforme o item 8.3 do Regulamento da Olimpíada, as escolas com classes premiadas poderão solicitar medalhas para seus estudantes, desde que custeiem os as despesas de confecção, manuseio e envio. As orientações serão fornecidas junto com os resultados.

X – COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS

Conforme o item 8.4 do Regulamento da Olimpíada, as escolas ou escolas que se destacarem serão premiadas com credenciamento para competições internacionais pelas quais a Rede POC – organizadora oficial no Brasil da Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras – é responsável pela seleção.

A credencial é apenas a garantia da vaga na delegação brasileira para o evento e, ao aceitar o convite, o grupo selecionado deve arcar com suas despesas de participação (taxas de inscrição, documentação, passagens aéreas e despesas pessoais envolvidas).

Rede POC é uma rede internacional de instituições educacionais e acadêmicas que visa a promover a melhoria da qualidade de educação através do intercâmbio educacional científico.

Informaremos oportunamente os eventos para os quais as classes premiadas serão convidadas!

XI – FOTOS E VÍDEOS – INSTAGRAM

Pedimos que registrem os momentos da prova por fotografia ou vídeo. Como se trata de um evento internacional, sugerimos que acrescentem algumas fotos da escola.

Gostaríamos de observar que a Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras é a única olimpíada de matemática que desenvolve o espírito do trabalho em equipe, fundamental para a formação social e profissional dos jovens. 

As melhores fotos serão selecionadas para os cartazes da OIMSF 2020!

As fotos e vídeos devem ser enviadas por e-mail para contato@matematicasemfronteiras.org

INSTRAGRAM: divulgue também as melhores fotos pelo Instagram  marcando com  #matematicasemfronteiras.

As melhores fotos serão premiadas com blusões oficiais da OIMSF!


Equipe Rede POC / Coordenação da Olimp.Inter. MSF – Brasil                           Para contato: secretaria@redepoc.com  – Cel/WhatsApp (11) 99458.3684


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras – Prova dia 05 de Abril

Earth Hour – 30 de março das 20h30min às 21h30min

Últimos dias para inscrições na OIMSF – Prova no dia 05 de Abril

Rede POC participa da solenidade de posse da nova direção do DEPA – Sistema Colégio Militar do Brasil

Os Colégios Militares fazem parte do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) e subordinam-se, diretamente, à Diretoria de Educação Preparatória e Assistencial (DEPA) e destinam-se a capacitar os alunos para o ingresso em estabelecimentos de ensino militares, com prioridade para a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, e para instituições civis de ensino superior, além de ministrar a educação básica, nos anos finais do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano) e no ensino médio.

A missão síntese da DEPA é planejar, coordenar, controlar e supervisionar a condução da educação e a avaliação do processo ensino-aprendizagem nos quatorze Colégios Militares que estão em Manaus – AM, Belém – PA, Fortaleza – CE, Recife – PB, Salvador – BA, Campo Grande – MS, Brasília – DF, Belo Horizonte – MG, Juiz de Fora – MG, Rio de Janeiro – RJ, Curitiba – PR, Porto Alegre – RS, Santa Maria – RS e São Paulo – SP (em construção). Todas são escolas que estão muito bem consolidadas e ambientadas às sociedades locais, algumas delas, inclusive, há mais de cem anos.

Em busca da melhor qualidade em todos os âmbitos de ensino, alguns colégios que integram o SCMB têm participado de eventos internacionais através da Rede POC com destacado desempenho.

Alunos do Colégio Militar de Juiz de Fora no Quanta – Índia em 2016

No ano de 2016 o Colégio Militar de Juiz de Fora obteve o segundo lugar na colocação geral do Quanta, na Índia, e em 2017 participou do YSM – Youth Science Meeting – Portugal. O Colégio Militar de Manaus participou no ano de 2017 e 2018 do IYCCE – International Young Convention on Commerce and Economics – Índia e o Colégio Militar de Santa Maria participou do IYMC – International Young Mathematicians Convention – Índia.

Alunos do Colégio Militar de Juiz de Fora recebendo a premiação no Quanta – Índia em 2016

Além destes, vários colégios participam frequentemente da Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras.

A Rede POC foi convidada a participar da cerimônia de transmissão do cargo de Subdiretor de Educação Preparatória e Assistencial, do Cel Art QEMA Fernando de Oliveira para o Cel Inf QEMA Elias Gomes Vitório. A solenidade ocorreu no dia 18 de março no Rio de Janeiro, onde a Rede POC foi representada pelo Prof. Ozimar Pereira – Diretor Acadêmico.

Prof. Ozimar Pereira e General Carlos Machado – novo diretor do DEPA

Prof. Ozimar Pereira e Coronel Fernando de Oliveira

Um dos objetivos da participação foi selar a parceria da Rede POC com o SCMB convidando-os para participar do London International Youth Science Forum – LIYSF, renomado evento internacional que ocorre em julho/agosto na cidade de Londres – UK e reúne todos os anos os melhores estudantes de 70 países.

A Rede POC agradece o convite do Diretor de Educação Preparatória e Assistencial, General de Divisão Flavio Marcus Barbosa e espera poder continuar contribuindo na busca pela excelência de ensino nos Colégios Militares do Brasil.


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Capacitação de professores para aplicação da prova da OIMSF

As inscrições para edição 2019 da Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras (OIMSF), maior olimpíada de Matemática interclasses do mundo, já estão abertas. A competição é destinada a estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental até o último ano do Ensino Médio, inclusive EJA. Na manhã do dia 27 de fevereiro a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (SEDUC), através do Serviço de Ensino Médio do Departamento de Educação (SEMED/DED), promoveu uma capacitação para os professores de matemática que aplicarão as provas na Olimpíada. O treinamento foi realizado no Colégio Estadual Professor Gonçalo Rollemberg Leite, em Aracaju, e foi ministrado pelo coordenador da OIMSF, professor Ozimar Pereira. De acordo com a técnica do Ensino Médio do DED, Jackeline Costa Oliveira, a capacitação teve início na terça-feira, 26, com cerca de 40 professores, e na quarta-feira, 27, com mais 40 docentes de todas as Diretorias Regionais de Educação. “Nós sentimos a necessidade de oportunizar aos estudantes e professores conhecerem essa competição. Todos os professores que estão aqui já conhecem a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que é a mais tradicional. Já a Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras dá, aos alunos que conseguirem um bom aproveitamento, a oportunidade de viajar para fora do país para participar de outras competições”, disse. O professor Ozimar Pereira, que é físico de formação, destacou que nos 10 anos de existência da olimpíada, Sergipe é um dos estados que têm menor participação, justamente por falta de uma divulgação adequada por parte da REDE POC, responsável pela ação. “Neste ano resolvemos corrigir essa falha e viemos aqui pessoalmente. Em parceria com a SEDUC, viemos apresentar aos professores o projeto. A gente sabe que a Matemática é ainda uma área que os estudantes têm um pouco de medo e dificuldade. Essa olimpíada tem um caráter mais lúdico, uma característica diferente e que facilita os estudantes a participarem de outras competições, inclusive a OBMEP, que é a mais importante do Brasil”, afirmou.

Incentivo aos alunos

Os professores que participaram da capacitação destacaram a importância de incentivar os alunos a participarem dessa competição. Grasiela Alves Correa, professora da Escola Estadual Professor Nestor Carvalho Lima, em Itabaiana destacou que dos 60 alunos sergipanos selecionados na OBMEP, 10 foram da sua unidade de ensino. Alguns deles ganharam também uma bolsa de iniciação científica na área de matemática. “Como essa é uma disciplina sempre temida, acredito que nessa olimpíada eles trabalharão muito a questão do raciocínio lógico. Quando passamos a matemática dessa maneira mais contextualizada, mostramos aos alunos que ela não é um bicho de sete cabeças”, declarou. A mesma opinião foi emitida pela professora Márcia Oliveira Vieira, do Colégio Estadual Professor Gonçalo Rollemberg Leite, em Aracaju. “Os alunos pensam a matemática como aquela disciplina chata, tradicional, que só envolve números. Eles não conseguem trazer para o âmbito mais prático da vida. O bom dessa Olimpíada é que trata essa disciplina de maneira mais lúdica”, disse.

Inscrições

As inscrições para a Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras são gratuitas para as escolas públicas e deverão ser feitas unicamente pela escola, que designará um professor como coordenador responsável para preencher a ficha de inscrição no site: www.matematicasemfronteiras.org. A inscrição poderá ser feita até às 1 6h do dia 2 de abril de 2019 e não há limites para a quantidade de classes das escolas interessadas em participar, mas cada classe terá um único time. A OIMSF tem a participação de mais de 250 mil estudantes em 29 países e 10 idiomas. Foi criada em 1989, pela Academia de Strasbourg, órgão do Ministério de Educação da França, com o objetivo de promover a integração entre os povos do mundo através da Matemática. Além de certificados e medalhas, as classes premiadas serão convidadas a participar de competições e fóruns científicos internacionais. No Brasil, a olimpíada é organizada pela Rede POC. As escolas com classes premiadas serão convidadas a representar o Brasil nas seguintes Olimpíadas: Asia International Mathematics Olympiad, que ocorrerá na cidade de Yilan, Taiwan, de 2 a 6 de agosto; World Mathematics Invitational (Fukuoka – Japão), de 15 a 19 de julho; e World Mathenatics Team Championship, em Pequim, na China, de 21 a 25 de novembro.


Texto: Ítalo Marcos, originalmente publicado em www.seed.se.gov.br.

 

Confira o calendário 2019 da OIMSF – Você ainda pode participar

Vem aí a 6ª edição do Prêmio Respostas para o Amanhã

Disponível novo lote de medalhas da OIMSF para quem perdeu o primeiro prazo