15 de outubro – dia do professor

Rede POC presente em mais uma edição da 20ª UFMG Jovem

Nos dias 19 e 20 de setembro comemoramos duas décadas da UFMG Jovem, uma importante feira de ciências da educação básica sediada no coração da Universidade Federal de Minas Gerais.

Na abertura do evento, contamos com a participação da Reitora Sandra Goulart que destacou a importância de eventos científicos juvenis e a dificuldade que a ciência brasileira vêm sofrendo nesses últimos tempos. Disse ainda que os jovens ali presentes são o futuro do progresso e desenvolvimento do país. A mesa ainda contou com a comissão organizadora, representada por Yurij Castelfranchi e Débora D’Ávila, o Prefº. Paulo Barbosa e o aluno Gabriel Elias premiados na edição anterior como destaques. Além do presidente da SBPC Ildeu de Castro Moreira e a Pró-reitora de extensão, Prof.ª Cláudia Mayorga.

Além disso, tivemos a apresentação do grupo musical infanto-juvenil Cariúnas, composto por estudantes da rede estadual de educação.

Da esquerda para a direita: Paulo Barbosa, Yurij Casltelfranchi; Ildeu Moreira; Cláudia Mayorga; Sandra Goulart; Ângela Alvarenga; Paulo Sérgio Beirão; Débora D’Ávila e Gabriel Elias. (Marcos Vinícius Santos/ICB)

Este ano, a 20ª UFMG Jovem teve como tema “Biodiversidade, Tecnologia e Arte”, sendo escolhido para dialogar com o tema proposto pela Semana Nacional da Ciência e Tecnologia deste ano: “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”. Foram selecionados 75 projetos sendo cinco da educação infantil, 30 do ensino fundamental e 40 do ensino médio, de diferentes municípios do estado de Minas Gerais.

No auditório nobre do Centro de Atividades Didáticas 1, no campus Pampulha, realizou-se a cerimônia de premiação. Este ano tiveram uma série de categorias para abarcar a qualidade dos trabalhos apresentados durante os dois dias de feira.

O 1º lugar para a categoria Ensino Médio foi para o projeto Ecosabão: sabão sustentável obtido da água reutilizada e tratada da máquina de lavar roupas, da Escola Estadual Newton Ferreira de Paiva de Santo Antônio do Amparo (MG), orientado pela Prof.ª. Raquel Helena Alves Campos.

E o 1º lugar para a categoria de Ensino Fundamental ficou para o projeto Manejo Ecológico – Controle de pomos na comunidade escolar de São Pedro do Avaí, da Escola Estadual Ana Mendes Pereira Dutra da cidade de Manhuaçu (MG), com a Prof.ª. Assolane dos Santos Pena Berbet.


Laura Krueger

III Feira de ciências da rede municipal de ensino de Mossoró/RN

Alguma vez, você já observou o mundo ao seu redor e rapidamente lhe surgiu uma pergunta inusitada, capaz de lhe tirar o sono? E se a resposta desta pergunta fosse a possível solução de um problema da sua comunidade, qual seria o impacto dela? Foi partindo de problemáticas deste tipo que surgiu a FECIRME, Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino da cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Ao longo do ano letivo, estudantes e professores orientadores da rede municipal de ensino mossoroense participam de diversos encontros e capacitações realizadas em suas próprias escolas, com a finalidade de despertar o interesse pela ciência e curiosidade científica dos alunos da educação básica municipal. As ações são coordenadas e incentivadas pela Secretaria Municipal de Educação de Mossoró/RN em parceria com a Universidade Federal Rural do Semiárido – UFERSA. Os trabalhos desenvolvidos a partir estas ações são apresentados na feira de ciências escolar e na ocasião, os mais bem avaliados de cada escola são classificados para a etapa municipal, a FECIRME.

Aconteceu neste dia 12 de setembro, a abertura da terceira edição da Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino – III FECIRME. A palestra de abertura ficou por conta do Prof. Dr. Ivo Leite Filho, Coordenador Geral de Popularização da Ciência – MCTIC/MEC.

A apresentação dos projetos aconteceu na manhã do dia seguinte, 13 de setembro, e contou com a apresentação de 72 projetos científicos, das mais variadas áreas do conhecimento, desenvolvidos por um total de 211 estudantes de 6º ao 9º ano, orientados por mais de 60 professores, de um total de 26 escolas, localizadas na zona rural e urbana da cidade de Mossoró/RN.

Pela manhã, os estudantes foram avaliados pela equipe de avaliação do Programa Ciência Para Todos no Semiárido Potiguar, segundo os critérios: Uso da Metodologia Científica, Criatividade e Inovação, Clareza e Objetividade na Exposição, Profundidade da Pesquisa, Empreendedorismo e Relevância Social. A tarde, os estudantes apresentaram seus projetos para a comunidade, recebendo a visita de amigos, familiares e estudantes de escolas municipais e estaduais da cidade de Mossoró.

Partindo de problemáticas de suas próprias comunidades, os estudantes mossoroenses apresentaram soluções criativas e inovadoras, capazes de trazer grandes benefícios para toda a sociedade. Os estudantes Ana Carolainy, Jefferson Rodrigo e Lidja Andressa, orientados pela professora Jozelita de Sousa, da Escola Municipal Professor Antônio Fagundes desenvolveram um aplicativo para smartphone, o AUTYAPP, como uma alternativa social para pessoas autistas, ligando familiares e portadores do Transtorno do Espectro Autista a informações importantes acerca deste transtorno, com funções (aplicações) do tipo “frase do dia” ou “conversa com a mamãe”. Já o Jefferson Ruan e seu colega Arnaldo Neto, da Escola Municipal Dr. José Gonçalves, sob orientação do professor Francisco Ronaldo, desenvolveram um sistema bloqueador de motos bastante interessante, a partir de sensores e circuitos interligados a uma luva, promovendo a segurança dos motociclistas com relação ao furto e roubo de motocicletas.

A REDE POC esteve presente e prestigiou a terceira edição deste importante evento da região oeste potiguar, representada na pessoa do Jonas Medeiros, ex-participante de feiras de ciências e representante da REDE POC.


Jonas Medeiros – Representante Rede POC

Setembro amarelo – juntos somos mais fortes

Rede POC na XVIII Mostra Científica do Colégio FAAT

No dia 31 de agosto de 2019 a Rede do Programa de Olimpíadas do Conhecimento esteve prestigiando a  XVIII Mostra Científica do Colégio FAAT. A exposição é organizada por professores, funcionários e alunos do Colégio FAAT de Atibaia-SP.

A mostra de forma concreta trata-se da exposição de projetos de pesquisa desenvolvidos por alunos do próprio colégio. Os projetos são apresentados de forma oral  com a ajuda de pôsteres em três grandes áreas, a saber: Ciências Exatas e Engenharias: (Matemática, Física, Engenharia, Robótica); Ciências Biológicas: (Biologia, Saúde, Química, Meio ambiente) e Ciências Humanas (Geografia, História, Empreendedorismo, Sociedade), trabalhos esses desenvolvidos por alunos dos diferentes níveis de ensino. A feira tem como objetivo principal de incentivar os jovens cientistas a criarem e desenvolverem suas ideias para que, em sua região e país a ciência e a pesquisa sejam sempre a base para uma sociedade melhor, mais criativa e desenvolvida.

Na ocasião, por mais um ano a Rede POC foi parceira no processo de avaliação dos projetos apresentados e representada pelo Prof. Jailson Alves esteve inserida na programação de premiação dos projetos melhores avaliados e destaques na feira, premiando com uma credencial para os eventos internacionais ao projeto destaque 1º lugar na categoria Iniciação Científica Jr.

O projeto destaque e credenciado pela Rede POC foi: SISTEMA AUTOMATIZADO DE RECOLHIMENTO DE VARAL (SARV) dos alunos: Ana Luiza Bertini Lessi; Carlos Edmar Franco de Oliveira e Davi Gonzaga Comuniem e conta com a orientação da Profa. Dra. Kelly C. S. Pascoalino e coorientação da Profa. Elizangela Kelly Goldoni.


Texto: Jailson Alves


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi95@gamil.com

Feiras da América Latina 2019

A Rede POC leva os estudantes campeões da matemática à China

Parceria entre Rede POC e World Mathematics Invitational

Parceria entre Rede POC e World Mathematics Team Championship

Encerra em Londres mais uma ediçāo de um dos maiores fóruns científicos do mundo – LIYSF 2019

Encerrou ontem, 7 de agosto, a 61ª edição do London International Youth Science Forum – LIYSF 2019. O tema deste ano foi “Science at the Interface” e contou com diversas palestras de professores e pesquisadores renomados do Reino Unido e do mundo.

Os estudantes participaram de diversas atividades como visitas a centros de pesquisa, universidades e museus, tendo a oportunidade de conhecer renomadas instituições britânicas e interagir com especialistas.

Além das palestras e visitas técnicas, participaram de atividades sociais e culturais, como o Sports Day, o International Cabaret e o Traditions of home, podendo interagir com os demais participantes, aprender sobre outras culturas e realizar demonstrações sobre a cultura brasileira.

Durante a noite do dia 27 de julho participaram do Science Bazaar – Student Projects Evening, onde puderam apresentar seus projetos e interagir com outros estudantes (confira um post específico aqui).

O evento ocorreu no Imperial College London de 24 de julho a 7 de agosto e contou com a participação de 500 jovens de 77 nacionalidades. O LIYSF é o maior e mais prestigioso fórum científico juvenil internacional. Foi idealizado em 1959 pelo Imperial College – uma das cinco melhores universidades do mundo – para promover o interesse dos jovens pela Ciência.


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi95@gamil.com