“O mundo é tudo o que você puder conquistar.” – Depoimento de Laura Simões

 

Quem diria que um simples trabalho de escola me levaria para fora do país e me proporcionaria uma das melhores experiências da vida. Tudo começou com a seguinte frase da professora: “Alunos! O trabalho desse bimestre vai ser sobre plantas medicinais, vocês terão que escolher uma planta e realizar testes para avaliar propriedades presentes nelas.”

Nosso projeto se iniciou em 2017 como um trabalho de sala para ganhar pontos em um bimestre, mas, ao decorrer dos experimentos e dos resultados que obtivemos, nossa professora nos ofereceu a oportunidade de continuar a trabalhar nele no ano seguinte. E foi justamente nesse ano que participamos de feiras como a META e a FEBRAT, na qual expomos nosso trabalho que trata da Influência da Petiveria alliacea na reprodução celular de células vegetais. A experiência foi incrível.

Foi com esse projeto que recebemos o convite para participar do evento no Equador. No início não acreditei muito, na real só fui acreditar de fato no momento em que sai do aeroporto de Quito, quando entrei no Uber que nos levaria ao hotel. Dentro daquele carro tocava uma música e o motorista cantava junto, parecia ser um “Hit”, mas eu não a conhecia. Foi uma situação comum de ocorrer no cotidiano, mas aquela música e aquele cara falavam em outro idioma, e pela janela observava paisagens comuns a qualquer cidade, mas diferente de todas as que já tinha conhecido. Foi nesse momento que percebi que realmente estava em outro país, e tudo, de fato, estava acontecendo.

O dia mais incrível dessa viagem com certeza foi o dia da feira. O Encontro Latinoamericano de Projetos Produtivos, Ciência, Tecnologia e Inovação foi a maior experiência que já vivi. Foi incrível ver tantas pessoas de vários lugares da América Latina unidas em prol da ciência. Com certeza foi um imenso desafio apresentar um projeto científico para pessoas que falavam outra língua, mas o interesse que elas demonstravam e o carinho com que nos tratavam, favoreceram nossa comunicação. As lembranças e sentimentos vividos nesse dia possuem um enorme valor para mim e sempre recordarei desses momentos com muito orgulho e carinho.

A interação que tivemos com as pessoas dos outros países e com a própria delegação do Brasil foi sensacional, foram muitos momentos de alegria e risadas nas confraternizações no Hotel e principalmente nos passeios.

Cada lugar diferente que conhecíamos era uma enxurrada de novos sentimentos vividos, é impossível não ficar encantada com as cachoeiras, os vulcões, parques e praças do Equador, e é claro a “Mitad Del Mundo”, que foi um dos lugares mais esperados para visitar na viagem.

Essa viagem fez com que eu adquirisse um novo olhar, uma nova perspectiva para observar tudo ao meu redor. Ás vezes temos tendência a acreditar que o nosso mundo é apenas nossa cidade, nossa família e amigos, mas agora eu tenho certeza que meu mundo não é apenas isso, ele é tudo aquilo que eu puder conquistar.

Laura Cristina Silva Simões                                                                                    Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG

“O mundo é tudo o que você puder conquistar.”


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *