Viagem para o Equador através da Rede POC – Depoimento do Aluno Lucas Vinicius

Meu nome é Lucas Vinicius de Souza Barbosa, estive no Equador representando a escola EREM João Bezerra, que se localiza em Recife, PE, no Encuentro Latinoamericano de Proyectos, Productos, Ciência, Tecnologia e Innovación, que aconteceu na cidade de Ambato, Equador.

Apresentei o projeto “Reuso da casca de Sururu de forma sustentável na Brasília Teimosa”. O projeto foi elaborado na escola EREM João Bezerra, pelos professores Jerônimo e Risoneide e alunos da escola. A principal intenção do projeto é diminuir o descarte de casca de Sururu na bacia do Pina, que vem prejudicando a comunidade de várias formas, além da poluição do meio ambiente.

Saímos de Recife no dia 23 de Abril, às 14 horas horário de Brasília, eu (Lucas Vinicius), a professora Risoneide Nunes e a gestora da minha escola. Chegamos na cidade de Quito por volta das 23 horas, horário local. Fomos recebidos por Rodrigo (estagiário da Rede POC) e seguimos para o hotel onde descansamos. No dia seguinte ficamos livres para passear, então aproveitamos para conhecer um pouco da cidade e a culinária local.

As outras delegações brasileiras do estado de Minas Gerais chegaram – primeiro conheci os rapazes FUNEC, Paulo o professor e os alunos Gabriel e Pedro, posteriormente conheci as meninas da cidade de Mateus Leme, as professoras Miranda e Jaqueline e as alunas Marcelle e Lavínia. E depois fomos ao centro histórico de Quito, junto com Vinicius, Rodrigo e os rapazes do outro grupo. Foi bem legal conhecer o centro histórico, aprendi um pouco da história do Equador por meio de um taxista e pude ver grandes igrejas e, também o palácio presidencial do Presidente do Equador. À noite fomos todos juntos à pizzaria e lá conseguimos nos enturmar bastante. No final da noite conheci as meninas do CEFET, Maria, Fernanda e Laura que chegaram por último.

No dia 25 partimos às 4 horas da manhã, para a cidade de Ambato onde aconteceria a feira. Ao chegarmos no hotel por volta das 7 horas da manhã, tomamos café da manhã e conversamos com um dos idealizadores da feira. Em seguida, ensaiamos a apresentação cultural que faríamos na feira, e depois fomos conhecer um shopping próximo ao hotel. Na volta conheci e conversei os garotos de Porto Rico.

Depois fomos almoçar num restaurante de comidas típicas onde experimentamos mais um pouco da culinária local. À tarde fomos a UTA (Universidade Técnica de Ambato) para montarmos os estandes. Depois voltamos para o hotel para jantar.

No dia seguinte fomos cedo tomar café e partimos para a UTA para as apresentações na feira. Eu estava um pouco nervoso, pois não sabia falar espanhol e só tinha estudado dois dias a apresentação, mas consegui apresentar muito bem, até recebi elogios das pessoas pelo meu espanhol. Entre as apresentações que fui fazendo, fui aprimorando a fala e a partir da terceira apresentação consegui apresentar perfeitamente segundo a jurada. Depois que acabaram as apresentações, começou o encerramento, onde realizei junto com os outros brasileiros a apresentação cultural – a quadrilha junina. E logo após as apresentações todas as delegações tiraram fotos e se cumprimentram.

No outro dia fizemos um passeio incrível, fomos a cidade Baños, e fomos conhecendo melhor os outros grupos com os quais fiz uma amizade incrível. A região tem uma beleza incrível, visitamos duas cachoeiras e foi muito mágico. Infelizmente um dos lugares programados ficou inacessível pois estava chovendo muito.

Após esse passeio voltamos para o hotel em Ambato e lá fiquei conversando com os garotos da Costa Rica, Anderson e Joel, que viraram meus novos melhores amigos estrangeiros. Além desse passeio visitamos também alguns lugares na cidade de Ambato, visitamos o “Parque dos enamorados”, onde tirei fotos com os estrangeiros fazendo poses medonhas, foi bem engraçado.

O último dia foi incrível, todos os participantes do evento se reuniram no hotel e ficamos dançando, conversando por horas e horas, fiz amizade com todos os alunos dos outros países, alguns em especial como Rachelin e Andrea do Panamá, Nycoll e Jésus da Colômbia, Luisa e Malany do Perú e claro Anderson e Joel da Costa Rica. Quando as outras pessoas que estavam no outro hotel foram embora eu, a Marcelle, o Andreson, o Joel, a Maria, a Laura e o Rodrigo ficamos no quarto dos meninos conversando até a madrugada, brincando e ensinando coisas do Brasil para os meninos foi um momento legal e de aprender as diferenças de países que são do mesmo continente.

No outro dia fomos de volta para Quito onde fizemos um último passeio, visitamos a metade do mundo, também conhecida como latitude zero. Depois fomos ao vulcão Pichincha, onde ficamos a mais de 4 mil metros de altitude, foi um dos melhores momentos entre nós, pois sabíamos que será difícil nos vermos novamente, então aproveitamos bastante tirando fotos de tudo para não perdemos um só momento.

Foi incrível a viagem, não poderia imaginar algo tão incrível quanto foi. Nunca vou esquecer esses dias e as amizades que fiz, os lugares que visitei e tenho certeza que fiz amigos verdadeiros, agradeço a Rede POC por nós auxiliar em tudo, especialmente ao Vinicius e ao Rodrigo que foram incríveis durante esses dias nos ajudando com tudo, foram além de bons profissionais também bons amigos.

Lucas Vinicius de Souza Barbosa – Escola EREM João Bezerra – Recife, PE


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *