III Feira de ciências da rede municipal de ensino de Mossoró/RN

Alguma vez, você já observou o mundo ao seu redor e rapidamente lhe surgiu uma pergunta inusitada, capaz de lhe tirar o sono? E se a resposta desta pergunta fosse a possível solução de um problema da sua comunidade, qual seria o impacto dela? Foi partindo de problemáticas deste tipo que surgiu a FECIRME, Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino da cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Ao longo do ano letivo, estudantes e professores orientadores da rede municipal de ensino mossoroense participam de diversos encontros e capacitações realizadas em suas próprias escolas, com a finalidade de despertar o interesse pela ciência e curiosidade científica dos alunos da educação básica municipal. As ações são coordenadas e incentivadas pela Secretaria Municipal de Educação de Mossoró/RN em parceria com a Universidade Federal Rural do Semiárido – UFERSA. Os trabalhos desenvolvidos a partir estas ações são apresentados na feira de ciências escolar e na ocasião, os mais bem avaliados de cada escola são classificados para a etapa municipal, a FECIRME.

Aconteceu neste dia 12 de setembro, a abertura da terceira edição da Feira de Ciências da Rede Municipal de Ensino – III FECIRME. A palestra de abertura ficou por conta do Prof. Dr. Ivo Leite Filho, Coordenador Geral de Popularização da Ciência – MCTIC/MEC.

A apresentação dos projetos aconteceu na manhã do dia seguinte, 13 de setembro, e contou com a apresentação de 72 projetos científicos, das mais variadas áreas do conhecimento, desenvolvidos por um total de 211 estudantes de 6º ao 9º ano, orientados por mais de 60 professores, de um total de 26 escolas, localizadas na zona rural e urbana da cidade de Mossoró/RN.

Pela manhã, os estudantes foram avaliados pela equipe de avaliação do Programa Ciência Para Todos no Semiárido Potiguar, segundo os critérios: Uso da Metodologia Científica, Criatividade e Inovação, Clareza e Objetividade na Exposição, Profundidade da Pesquisa, Empreendedorismo e Relevância Social. A tarde, os estudantes apresentaram seus projetos para a comunidade, recebendo a visita de amigos, familiares e estudantes de escolas municipais e estaduais da cidade de Mossoró.

Partindo de problemáticas de suas próprias comunidades, os estudantes mossoroenses apresentaram soluções criativas e inovadoras, capazes de trazer grandes benefícios para toda a sociedade. Os estudantes Ana Carolainy, Jefferson Rodrigo e Lidja Andressa, orientados pela professora Jozelita de Sousa, da Escola Municipal Professor Antônio Fagundes desenvolveram um aplicativo para smartphone, o AUTYAPP, como uma alternativa social para pessoas autistas, ligando familiares e portadores do Transtorno do Espectro Autista a informações importantes acerca deste transtorno, com funções (aplicações) do tipo “frase do dia” ou “conversa com a mamãe”. Já o Jefferson Ruan e seu colega Arnaldo Neto, da Escola Municipal Dr. José Gonçalves, sob orientação do professor Francisco Ronaldo, desenvolveram um sistema bloqueador de motos bastante interessante, a partir de sensores e circuitos interligados a uma luva, promovendo a segurança dos motociclistas com relação ao furto e roubo de motocicletas.

A REDE POC esteve presente e prestigiou a terceira edição deste importante evento da região oeste potiguar, representada na pessoa do Jonas Medeiros, ex-participante de feiras de ciências e representante da REDE POC.


Jonas Medeiros – Representante Rede POC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *