Rede POC presente em mais uma edição da 20ª UFMG Jovem

Nos dias 19 e 20 de setembro comemoramos duas décadas da UFMG Jovem, uma importante feira de ciências da educação básica sediada no coração da Universidade Federal de Minas Gerais.

Na abertura do evento, contamos com a participação da Reitora Sandra Goulart que destacou a importância de eventos científicos juvenis e a dificuldade que a ciência brasileira vêm sofrendo nesses últimos tempos. Disse ainda que os jovens ali presentes são o futuro do progresso e desenvolvimento do país. A mesa ainda contou com a comissão organizadora, representada por Yurij Castelfranchi e Débora D’Ávila, o Prefº. Paulo Barbosa e o aluno Gabriel Elias premiados na edição anterior como destaques. Além do presidente da SBPC Ildeu de Castro Moreira e a Pró-reitora de extensão, Prof.ª Cláudia Mayorga.

Além disso, tivemos a apresentação do grupo musical infanto-juvenil Cariúnas, composto por estudantes da rede estadual de educação.

Da esquerda para a direita: Paulo Barbosa, Yurij Casltelfranchi; Ildeu Moreira; Cláudia Mayorga; Sandra Goulart; Ângela Alvarenga; Paulo Sérgio Beirão; Débora D’Ávila e Gabriel Elias. (Marcos Vinícius Santos/ICB)

Este ano, a 20ª UFMG Jovem teve como tema “Biodiversidade, Tecnologia e Arte”, sendo escolhido para dialogar com o tema proposto pela Semana Nacional da Ciência e Tecnologia deste ano: “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”. Foram selecionados 75 projetos sendo cinco da educação infantil, 30 do ensino fundamental e 40 do ensino médio, de diferentes municípios do estado de Minas Gerais.

No auditório nobre do Centro de Atividades Didáticas 1, no campus Pampulha, realizou-se a cerimônia de premiação. Este ano tiveram uma série de categorias para abarcar a qualidade dos trabalhos apresentados durante os dois dias de feira.

O 1º lugar para a categoria Ensino Médio foi para o projeto Ecosabão: sabão sustentável obtido da água reutilizada e tratada da máquina de lavar roupas, da Escola Estadual Newton Ferreira de Paiva de Santo Antônio do Amparo (MG), orientado pela Prof.ª. Raquel Helena Alves Campos.

E o 1º lugar para a categoria de Ensino Fundamental ficou para o projeto Manejo Ecológico – Controle de pomos na comunidade escolar de São Pedro do Avaí, da Escola Estadual Ana Mendes Pereira Dutra da cidade de Manhuaçu (MG), com a Prof.ª. Assolane dos Santos Pena Berbet.


Laura Krueger

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *