Arquivos da categoria: Geral

Projeto premiado na FEBRAT – UFMG participa de Feira Latinoamericana no Equador

A iniciativa “Desarrollo de un software de gestión de bibliotecas para FUNEC” foi elaborada na Fundação de Ensino de Contagem ( FUNEC ), Contagem – MG pelos estudantes Pedro Henrique Lacerda Vasconcelos e Gabriel Keven Domingues de Souza, orientados pelo professor Paulo Henrique Rodrigues.

O convite para a XV edição do Encontro Intercolegial e Latino-Americano de Projetos Produtivos, Ciência, Tecnologia e Inovação veio por conta da participação da equipe na FEBRAT – Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Técnicos, realizada pelo Centro Pedagógico da Escola de Educação Básica e Profissional da UFMG, visando a integração entre o conhecimento gerado nas instituições educacionais de todo o país e a socialização da produção deste conhecimento. A feira promove a divulgação dos trabalhos desenvolvidos por alunos da Educação Básica e Educação Profissional e Tecnológica e ocorreu entre os dias 15 e 17 de outubro de 2018. O evento que tem parceria com a Rede POC avalia e seleciona os projetos. Dentre os quais, está o da FUNEC.

O Encontro Intercolegial e Latino-Americano de Projetos Produtivos, Ciência, Tecnologia e Inovação é uma iniciativa da Cooperativa de Ahorro y Crédito “Cámara de Comercio de Ambato” – Banco Regional Equatoriano – e de seu Programa Aprender a Empreender de estímulo ao empreendedorismo entre a juventude equatoriana. Tem como objetivo impulsionar a integração educativo-cultural dos jovens latino-americanos através do compartilhamento de experiências próprias desenvolvidas em suas escolas com foco no empreendedorismo e na inovação. Atualmente este é o principal evento internacional latino-americano para empreendedores pré-universitários e contará, além do Brasil, com a participação de projetos de estudantes da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana e Uruguai.

Resumo do Projeto:

“La Fundação de Ensino de Contagem FUNEC, es una autarquía brasileña del municipio de Contagem que actúa ofreciendo la enseñanza media y técnica de calidad, además de proyectos de investigación y extensión. Son varias unidades que existen por la ciudad de conteo, y todas poseen biblioteca para sus alumnos. Los softwares de automatización son elementos fundamentales para una gestión eficiente, práctica y segura en todos los seguimientos. En el caso de las computadoras actuales, el alto poder de procesamiento de las computadoras actuales es un costo cada vez más accesible, además de la gran capacidad del ordenador para realizar tareas simultáneas con precisión y rendimiento. La Fundación de Enseñanza de cuenta no cuenta con un sistema informatizado para la gestión de las bibliotecas. El objetivo principal de nuestro proyecto es el desarrollo de un software inteligente para el control de bibliotecas en plataforma en línea, que posibilite la gestión completa de las mismas y ofrece una interfaz online para que los usuarios puedan utilizar. Los objetivos específicos son:

  • Poner en práctica los conocimientos adquiridos a lo largo del curso técnico en informática;
  • Desarrollar un sistema computacional en plataforma WEB;
  • Aplicar algoritmos de inteligencia artificial como forma de optimizar los procesos;

Se espera que este trabajo alcance su objetivo que es propiciar una gestión eficiente y eficaz a través de nuestro software desarrollado. Se espera también que con el paso del tiempo y con la verificación de la acertabilidad del proyecto, pueda ser implantado en las demás escuelas del municipio, y que sirva de base para otros proyectos futuros.”


Por Rodrigo Cortines.

 

Ex participante do LIYSF é selecionado para uma bolsa de intercâmbio na Universidade de Columbia, em Nova York

Daniel Calarco é estudante de Bangu, bairro do Rio de Janeiro, e acabou de ganhar uma bolsa de intercâmbio para o programa de Direitos Humanos e Negócios da Universidade de Columbia (NY). Daniel é ex-participante do London International Youth Science Forum (LIYSF) selecionado pela Rede POC para compor a delegação brasileira no ano de 2015.

Com apenas 21 anos, o jovem, que é bolsista da FGV Direito RIO, foi selecionado para estudar na Columbia Law School. Será um intercâmbio complementar aos seus estudos aqui no Brasil, que vai abordar um dos cursos mais renomados da instituição: Direitos Humanos e Negócios, tema escolhido por Daniel. O programa cobrirá os custos das mensalidades, conhecido como “tuiton”, na universidade americana.

‘’Essa é uma oportunidade única para meu crescimento pessoal e profissional. Em razão da minha trajetória, tendo crescido em comunidade, aluno do Colégio Pedro II e bolsista da FGV Direito RIO, sempre vi no estudo a principal ferramenta de transformação da minha realidade social.’’ diz Daniel.

A realidade de Daniel

Daniel Calarco conclui seu ensino médio no famoso Colégio Pedro II, instituição federal de renome. Natural de Tocantins – MG, mudou para o Rio de Janeiro quando tinha um ano de idade. Na nova cidade cresceu na comunidade Vila do Vintém, no bairro Padre Miguel. Hoje ele mora em Bangu com os pais, que são feirantes, e com quem aprendeu desde cedo o valor do trabalho.

Ele lembra que em Padre e Bangu faltam oportunidades e suporte, e sobra a violência e o tráfico. “Desde muito novo senti na pele os vários problemas sociais, que são comuns a tantos outros jovens. Sempre me questionei sobre essa realidade, o que transformou os meus sonhos em um ato de rebeldia!”, conta Daniel.

A trajetória até aqui

Durante a escola, ele já tinha iniciativas em busca de uma sociedade mais justa. Lá, Daniel participou do grupo de pesquisas de geografia, e conquistou prêmios em feiras da UFRJ e UFMG. Isso resultou em uma chance de trabalhar em iniciativas internacionais lideradas pela ONU e pela Universidade de Harvard. Além disso, em 2015, ele foi selecionado pelo programa YYGS para jovens líderes na Universidade de Yale.

Para criar impacto na sua comunidade, Calarco criou sua própria organização. Através do Observatório Internacional da Juventude, ele busca conectar, empoderar e informar jovens. A iniciativa é liderada por jovens de comunidade e oferece treinamento, consultoria e pesquisas para promover e proteger os direitos da juventude.

Quer ajudar a realizar mais um sonho?

Para ser selecionado no programa da Universidade de Columbia, Daniel participou de um processo rigoroso da FGV Direito RIO e Columbia. Isso incluiu cartas, histórico escolar, além de um planejamento de futuro que pudesse justificar sua escolha para o programa. A Columbia Law School é uma das melhores universidades do mundo, sendo a única Ivy League em Nova York.

‘’Em Columbia, poderei me aprofundar em estratégias e práticas internacionais. Assim, posso promover o desenvolvimento econômico e social através da cooperação entre empresas, governo e sociedade civil. Com os desafios que temos hoje é importante pensar em como aumentar o engajamento em vez de segregar”, conclui.

Para realizar esse sonho, eles lançaram uma campanha de crowdfunding aberta para viabilizar custos de acomodação e passagem área. “apesar da seleção para o intercâmbio cobrir a ‘tuition’, precisarei arcar com os custos da viagem. E isso inclui taxas acadêmicas e moradia em Nova York, uma das cidades mais caras do mundo. Por essas razões, estou planejando estratégias para levantar o montante necessário com o apoio de todos que compartilham esse sonho comigo”, diz Daniel.

O valor da campanha é exclusivamente para cobrir os valores referentes à realização e conclusão dos estudos em Columbia, Nova York, que termina com o final do programa, em dezembro de 2019. “Durante todo esse período, quero compartilhar com vocês esse momento único da minha vida. E, principalmente, lembrar a todos os jovens que não é apenas possível sonhar, é fundamental para permanecer vivo!”.

Acesse a campanha de Crowdfunding para colaborar com este sonho: http://bit.ly/2GrGNnj

Texto: Larissa Naomy – https://www.caiodib.com.br/quem-somos/

Seja um corretor das provas da OIMSF

Oportunidade de bolsas de estudo no Japão

O Consulado Geral do Japão em São Paulo está convidadno para as Palestras Explicativas sobre a Bolsa de Pesquisa (Pós-Graduação) do Governo Japonês (MEXT) – 2020.

A Bolsa de Pesquisa em Pós-Graduação permite que candidatos com formação superior realizem pesquisas em universidades japonesas. É possível prorrogar a bolsa para a realização de Mestrado e Doutorado no Japão.

O conteúdo da palestra consiste em informações sobre os requisitos da Bolsa, depoimentos de ex-bolsistas e orientações sobre o planejamento do Projeto de Pesquisa. Sessão de perguntas e respostas também serão realizadas.

O consulado pede a gentileza que os interessados em participar realizem pré-inscrição enviando e-mail (cgjcultural5@sp.mofa.go.jp), com o assunto “MEXT 2020- Palestra (local da palestra)” com nome completo e e-mail para contato.



As informações são do Consulado Geral do Japão em São Paulo.


 

A Rede POC deseja uma Feliz Páscoa a todos!

3ª edição do concurso de desenhos da SNCT – 2019 – INSCRIÇÕES ABERTAS

Estão abertas as inscrições para o III Concurso de Desenhos da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2019 (SNCT 2019), uma parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações com o Museu Itinerante Ponto UFMG e que tem por objetivo selecionar e premiar o desenho que será utilizado para a criação da identidade visual da SNCT 2019, como forma de estímulo à criatividade, à divulgação e à popularização da ciência no Brasil. Poderão participar alunos do Ensino Fundamental II e Médio das escolas públicas e particulares. As inscrições estão abertas até 06/05/2019. Para maiores informações, acesse o site http://snct.museu.cp.ufmg.br e confira o edital.


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras 2019 – Orientações para aplicação da prova

ORIENTAÇÕES PARA APLICAÇÃO DA PROVA

Data da prova: 05 de abril de 2019 – 6ª. feira

Horário: a escolha da escola

Duração máxima da prova: 90 min 

I – PROVAS

Há duas provas:

I – Prova Nível Básico – para os estudantes do 4o. ao 6o. ano do Ensino Fundamental com 8 questões para todos os anos (há uma questão extra!)

II – Prova Nível Júnior e Sênior – prova com 13 questões que deverão ser respondidas da seguinte maneira:

 ·        7o e 8o. ano do EF: questões 1 a 9

·        9o. ano do EF: questões 1 a 10

·        1ª série do Ensino Médio: questões 1 a 11

·        2ª. série EM: questões 1 a 12

·        3ª. série EM: questões de 1 a 13

 A questão número 1 de ambas as provas é a questão em Língua Estrangeira. Cada classe poderá escolher um dos idiomas indicados para responder a questão.

A resolução deverá ser apresentada no idioma escolhido.

As questões devem ser respondidas apenas no seu espaço correspondente no Caderno de Respostas.

O caderno de questões não deverá ser enviado e não será considerado na avaliação das soluções.

 II – MATERIAIS NECESSÁRIOS E PERMITIDOS DURANTE A PROVA

Durante a prova será permitida somente a consulta a cadernos, livros, dicionários e apontamentos e o uso dos seguintes materiais:

1.     lápis ou lapiseira

2.     borracha

3.     caneta azul ou preta (para apresentação das resoluções e respostas)

4.     apontador

5.     régua e esquadro

6.     compasso

7.     tesoura

8.     fita adesiva

9.     calculadora não-programável

10.  cola branca

11. material para pintura

12. canetas coloridas diversas (para ilustrações ou desenhos)

14 papel milimetrado ou quadriculado

É terminantemente proibido qualquer auxílio do professor ou de qualquer outra pessoa além dos próprios estudantes da classe, assim como não é permitido o acesso à internet e o uso de celulares ou qualquer instrumento eletrônico de comunicação durante a prova.

O professor poderá distribuir quantas cópias do caderno de questões e de respostas julgar necessário, entretanto cada classe deverá entregar ao final da prova apenas um caderno de respostas com uma única resolução da prova.  Ao final da prova, o professor deverá recolher todos os cadernos de questões e de respostas, utilizados ou não

III – GABARITOS

O GABARITO OFICIAL será enviado até 20h do dia 06 de abril – sábado – para o e-mail de contato  para que a banca escolar providencie a avaliação e seleção da melhor prova de cada ANO ou SÉRIE, a qual deverá ser enviada para a correção pela banca nacional. Nenhuma prova deverá ser CORRIGIDA ou receber qualquer anotação!

IV – ENVIO DAS MELHORES PROVAS

Caderno de Respostas melhor avaliado de cada ANO, SÉRIE OU EQUIPE devidamente identificado, grampeado e identificado, juntamente com a lista de presença com os nomes de todos os alunos que participaram da respectiva prova (apenas das classes selecionadas) com suas respectivas assinaturas assinada pelo prof. responsável pela aplicação na sala (informar RG e CPF).

A escolha da melhor prova deve ser feita pela escola. Caso a mesma envie mais provas de uma mesma série, a banca de correção fará a escolha aleatoriamente.

 IMPORTANTE

1 – orientamos que façam uma cópia das listas de presença enviadas para controle da escola

2 – verificar se todos os campos da folha de rosto do caderno de questões estão devidamente preenchidos

As escolas deverão enviar impreterivelmente por SEDEX até o dia 10 de abril de 2019 –  para o endereço:

Rede POC – A/C Bárbara Lavecchia – Coordenação MSF Brasil

Caixa Postal 3507

AV. Piraporinha, 1987 – CEP 09950-971 – Diadema – SP

V – SIGILO

Conforme o item 6.6 do Regulamento da Olimpíada, tanto o gabarito como a prova oficial deverão ser mantidos em sigilo até30 de maio de 2019. Recomendamos que recolham todos os cadernos de questões e respostas não utilizados ou enviados e guardem até a data indicada.

VII – RESULTADOS

Conforme o item 8.1 do Regulamento da Olimpíada, informações sobre os resultados serão divulgados no site da MSF – www.matematicasemfronteiras.org – e no site da Rede POC – www.redepoc.com – até 20 de maio de 2019.

VIII – CERTIFICADOS E PREMIAÇÃO

Conforme o item 8.2 do Regulamento da Olimpíada, as escolas com classes premiadas (medalhas de ouro, prata, bronze e menção honrosa) receberão certificados de premiação em formato digital para estudantes e professores os quais serão enviados para o e-mail de contato.

IX – MEDALHAS

Conforme o item 8.3 do Regulamento da Olimpíada, as escolas com classes premiadas poderão solicitar medalhas para seus estudantes, desde que custeiem os as despesas de confecção, manuseio e envio. As orientações serão fornecidas junto com os resultados.

X – COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS

Conforme o item 8.4 do Regulamento da Olimpíada, as escolas ou escolas que se destacarem serão premiadas com credenciamento para competições internacionais pelas quais a Rede POC – organizadora oficial no Brasil da Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras – é responsável pela seleção.

A credencial é apenas a garantia da vaga na delegação brasileira para o evento e, ao aceitar o convite, o grupo selecionado deve arcar com suas despesas de participação (taxas de inscrição, documentação, passagens aéreas e despesas pessoais envolvidas).

Rede POC é uma rede internacional de instituições educacionais e acadêmicas que visa a promover a melhoria da qualidade de educação através do intercâmbio educacional científico.

Informaremos oportunamente os eventos para os quais as classes premiadas serão convidadas!

XI – FOTOS E VÍDEOS – INSTAGRAM

Pedimos que registrem os momentos da prova por fotografia ou vídeo. Como se trata de um evento internacional, sugerimos que acrescentem algumas fotos da escola.

Gostaríamos de observar que a Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras é a única olimpíada de matemática que desenvolve o espírito do trabalho em equipe, fundamental para a formação social e profissional dos jovens. 

As melhores fotos serão selecionadas para os cartazes da OIMSF 2020!

As fotos e vídeos devem ser enviadas por e-mail para contato@matematicasemfronteiras.org

INSTRAGRAM: divulgue também as melhores fotos pelo Instagram  marcando com  #matematicasemfronteiras.

As melhores fotos serão premiadas com blusões oficiais da OIMSF!


Equipe Rede POC / Coordenação da Olimp.Inter. MSF – Brasil                           Para contato: secretaria@redepoc.com  – Cel/WhatsApp (11) 99458.3684


Gabriel Menegazzi Conceição                                                                                    Representante internacional e editor do blog da Rede POC                                   Email: menegazzi@mail.ufsm.br

Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras – Prova dia 05 de Abril

Earth Hour – 30 de março das 20h30min às 21h30min

Últimos dias para inscrições na OIMSF – Prova no dia 05 de Abril